Possuir um software de gestão agiliza os processos financeiros, de relacionamento com o cliente e adminiitrativo do estúdio. Porém, ele deve operar na nuvem ou fora dela? Descubra agora!

Você decidiu que deve otimizar o processo de gestão do seu estúdio e optou pelo uso de um software. Entretanto, está na dúvida entre um software online e um software offline. Para ajudá-lo a entender as diferenças, vamos começar explicando o que é cloud computing.

Cloud computing, ou computação em nuvem, é quando as informações são armazenadas em servidores compartilhados e interligados por meio da Internet. Para ter acesso a essas informações, basta que o usuário tenha um tablet, computador ou smartphone conectado à Internet.

Dessa maneira, você pode acessar as informações remotamente, de um computador que não é o seu. “Quando a pessoa está na praia, ela consegue ver o que acontece no estúdio pelo smartphone”, diz Rodrigo Moreno, analista de sistemas da empresa de inovações tecnológicas W12.

Ao contrário do software offline, que não permite a mobilidade do usuário, uma vez que um programa deve ser instalado no computador e as informações do estúdio somente poderão ser acessadas desse equipamento.

Software online: vantagens

O software online opera na nuvem, que nada mais é do que servidores de alta capacidade de armazenamento de informações interligados, que têm o objetivo de redistribuir essas informações. “Os usuários, muitas vezes, pensam que está solto nas nuvens. Na verdade, a nuvem é um servidor específico de grandes empresas. São vários servidores e se der problema em um, tem outro servidor”, ressalta Moreno.

O analista de sistemas destaca ainda as vantagens de usar um software online:

Segurança

Os backups dos dados do estúdio são automatizados. “Se pegar fogo no estúdio, por exemplo, o dono não perde nenhuma informação”, fala Moreno.

Acessibilidade

Software online é multiplataforma, ou seja, as informações podem ser acessadas tanto de computadores, tablets e smartphones.

Infraestrutura

“A pessoa não tem que se preocupar com a parte de infraestrutura (tecnológica), pois na W12 cuidamos de tudo para ele. As informações estão no mesmo lugar que as de bancos e grandes empresas”, diz o analista de sistemas da W12.