Veja 4 dicas práticas que te ajudarão a definir o preço da mensalidade de sua academia sem comprometer o seu caixa!

Introdução 

Como você definiu, pela primeira vez, o preço da mensalidade de sua academia? 

Quais fatores levou em consideração? 

Quantas vezes por mês você pensa que precisa reajustar ou preço ou, quando o sapato aperta no fim do mês  e é preciso bater a meta, se sente tentado a fazer uma promoção? 

Como achar o preço que seja atrativo para os clientes e, ao mesmo tempo, não compromete o seu fluxo de caixa? 

Fique comigo, vou te dar 4 dicas baseadas em boas práticas de gestão de academia que o mercado utiliza. 

Tirando as dúvidas do caminho

Dar preço a serviços e produtos não é uma tarefa fácil. Sempre surgem na cabeça dos donos de academias dúvidas do tipo:

  • Como garantir que o preço será justo?
  • Vou receber um lucro merecido?
  • Meu cliente vai conseguir pagar pelo serviço que cobro?
  • Qual a melhor forma de pagamento?
  • Devo dar desconto? Quanto?

São muitas questões que rondam os pensamentos de um gestor de academia antes de efetivamente precificar seus produtos e serviços.

Mas, para não haver erro, é necessário considerar algumas questões: 

1. Conheça todos os custos da academia, sem exceção

É indispensável que você conheça todos os custos da academia que você terá para oferecer seu serviço. Contabilize tudo, não deixe nada de fora. Aluguel, energia elétrica, telefone, internet, produtos de limpeza, folha de pagamento de funcionários, propaganda, impostos, equipamentos e etc.

Cada custo, por menor que seja, deve ser observado e jamais negligenciado, sendo assim você deverá considerar todas as despesas que você possui para garantir que o preço que irá cobrar não lhe trará prejuízos.
É muito importante que você separe o que é custo fixo de custo variável.

Confira alguns aqui: Os 5 principais custos de uma academia.

2. Trabalhe com uma margem de lucro que cubra eventuais imprevistos da academia

Após definir seus custos é o momento de verificar como será à entrada de dinheiro no caixa da academia. Qual a capacidade máxima de alunos por período na academia, aulas diferenciadas e valores de cada serviço deverão ser definidos nessa etapa.

Leve em consideração que imprevistos podem ocorrer, como, por exemplo, alunos que deixam de pagar a mensalidade ou ainda o comportamento da sazonalidade, onde de acordo com a região ou época do ano, a queda de alunos é um fato que precisa ser tratado com muita atenção.

Sendo assim, veja primeiramente qual o valor de mensalidade que cobriria todos os seus custos e a partir daí você pode trabalhar de forma a quantificar seu lucro.

Você precisa colocar no preço o valor que deve ser atribuído ao fluxo de caixa, que é um valor que fica em conta para as movimentações financeiras durante o mês.

Ou seja, para precificar sua academia leve em conta ( no mínimo ) essas premissas de caixa:

  • Custos Fixos
  • Custos Variáveis
  • Fluxo de Caixa
  • Reserva de segurança
  • Lucro

Cada mensalidade de cada aluno deve ter um percentual atribuído a cada um desses pontos!

3. Fique de olho nos concorrentes

Você já entendeu que o seu preço deve ser baseado em aspectos ligados ao seu negócio e não apenas ao preço do seu concorrente, correto?

Entretanto, conhecer a concorrência é muito importante. Não apenas os valores que cobram, mas também os serviços que oferecem.

Analise como alunos dos seus concorrentes valorizam os serviços, busque saber se realmente são de qualidade e se consideram o preço justo.

O preço da sua academia deve estar ligado ao seu posicionamento, embora seja uma realidade que academias próximas têm preços semelhantes, você não deve cobrar um valor muito abaixo do cobrado por eles de modo a prejudicar seu caixa, mas pode procurar manter um preço competitivo para atrair alunos para a sua academia. Desde que respeite suas premissas de caixa.

Se necessário, procure maneiras de reduzir seus custos fixos para que possa oferecer um preço mais convidativo.

IMPORTANTE: Estar atento a concorrência não significa viver em função dela. Crie suas ações e planos baseados e pensados no perfil do seu cliente.

Isso aqui pode te ajudar: Como encontrar um diferencial competitivo na sua academia?

4. Localização. Considere o local onde está instalado e o público que deseja atingir antes de definir o preço da mensalidade de sua academia

Isso é muito importante. Conhecer o local onde sua academia está instalada e qual o tipo de público que irá frequentá-la ajudará você a perceber qual preço real eles estão dispostos a pagar pelos seus serviços.

Bairros mais simples pedem serviços menos modernos e mais baratos, no mesmo sentido bairros mais nobres exigem que serviços mais sofisticados sejam ofertados e da mesma forma preços mais elevados poderão ser cobrados.

O EVO produziu um artigo interessante sobre Geolocalização, vale a pena conferir, clicando aqui

Conclusão

Então, antes de precificar seus serviços, conheça muito bem o seu público para que assim possa obter sucesso e garantir muitas matrículas, mantendo sua academia sempre cheia.

O que você tem feito na sua academia ou estúdio para definir preços e promoções?

Tem alguma dica? Compartilhe com a gente.

 

674cbc92eea36c49e4e9b7caae6e5d8ab2d2b07c508c18a3ddpimgpsh_fullsize_distr