Descubra quais são os 6 erros que muita gente comete na gestão financeira da academia que podem acabar com o seu negócio! 

Se você preferir, pode conferir o conteúdo deste post em formato de áudio! Clique no player abaixo e ouça:

 Baixe este áudio (clique e salve)

Introdução 

Ser um bom profissional envolve uma formação sólida, muito estudo e saber construir bom relacionamento com os alunos, certo?

Porém, a garantia de sucesso de uma academia também depende de uma gestão financeira eficiente. Afinal, depois de tanto investir na carreira, nenhum profissional quer ter sua trajetória comprometida por descuidar da saúde financeira do seu negócio!

Há erros muito comuns na gestão financeira de um academia e eles normalmente estão relacionados à organização, controle e planejamento. Será que você está cometendo algum deles?

Conheça as falhas mais frequentes na administração das finanças de uma academia, quais os prejuízos que elas podem trazer e como evitá-las:

1. Não ter um fluxo de caixa da academia

O fluxo de caixa, além de ser o principal meio de verificar entradas e saídas, também é o ponto de partida para avaliar a saúde financeira da academia.

Sem ele, não há como ter as informações necessárias para estabelecer metas e estratégias futuras, observar resultados e as ações que merecem ser impulsionadas ou repensadas.

É preciso ainda organizar os custos em fixos (as contas de todo mês) e variáveis (os esporádicos ou que vão durar um espaço de tempo definido).

Nunca deixe de registrar todas as receitas e despesas do seu negócio de forma constante, organizada e com acesso rápido e fácil. Uma boa ferramenta que pode te ajudar neste controle é utilizar um software de gestão.

2. Deixar de fazer um planejamento financeiro

Conhecer o panorama presente da vida financeira da sua academia (por meio do fluxo de caixa, por exemplo) é o que vai dar insumos para um bom planejamento. Sem dados atuais é impossível fazer uma previsão de custos e receitas e muito menos pensar em investimentos futuros. Por isso, o planejamento financeiro representa um dos principais nortes de uma boa gestão.

Porém, ele não é uma ferramenta estática: deve ser acompanhado com frequência para avaliar se o curso desejado está sendo seguido ou se é necessário reprogramar algo.

3. Se descuidar com a inadimplência e prazos

Sem as receitas entrando nas datas previstas é impossível manter as contas da academia em dia, pois há cobrança de multas, juros e acúmulo de contas. Para não se expor a isso, procure controlar os vencimentos das mensalidades e cobrar dos inadimplentes.

É preciso garantir os pagamentos nas datas corretas e buscar cobrar os alunos de forma eficaz. Soluções como o débito recorrente podem ser grandes aliados do seu negócio uma vez que o pagamento é cobrado automaticamente no cartão de crédito do seu aluno sem comprometer o seu limite.

4. Não ter um plano B para a gestão financeira 

É muito comum que os equipamentos da academia precisem de consertos e manutenções, ou ainda que a academia tenha gastos inesperados, como uma rescisão, por exemplo. Não ter uma reserva para cobrir estas surpresas pode significar ter que se sujeitar a empréstimos e desequilibrar as contas.

Para não comprometer seu planejamento, procure manter um fundo de reserva. De preferência, aplicado em algum investimento que o deixe disponível para retirada em caso de emergências.

5. Misturar as finanças pessoais e as da academia

Infelizmente, esse é um erro bastante comum e recorrente. Como frequentemente o gestor e dono são a mesma pessoa, as contas acabam se misturando.

O resultado é que isso compromete seriamente o fluxo de caixa e até mesmo o capital de giro, o que pode implicar necessidade de empréstimos e o consequente pagamento de juros.

O ideal é estabelecer um pró-labore e respeitar as entradas da academia.

6. Não usar um sistema de controle para gestão financeira da academia

O controle financeiro exige lidar com um grande volume de informações. Sendo assim, o melhor é que todas elas estejam organizadas em um só lugar e disponíveis a qualquer momento.

Quem administra finanças sabe que a toda hora é preciso acessar algum dado, conferir recibos ou acrescentar informações na planilha. Não ter tudo à mão imediatamente pode comprometer a organização e a eficácia. Por isso, adotar um software de gestão financeira em nuvem como o GoFit significa garantir agilidade, segurança e precisão de controle.

Quer ficar sempre por dentro de dicas sobre administração, gestão e boas soluções para a sua academia? Siga-nos no Facebook!